Blog

O latim é de direita?

O Prof. Paulo Sérgio de Vasconcellos, em artigo à revista Nabuco (n. 1), informa que os estudos clássicos vivem no Brasil um momento áureo, e chega mesmo a profetizar nossa apoteose como “referência internacional na área”. Afinal, diz ele, temos grande número de traduções lançadas no mercado, todas feitas no âmbito universitário, e alguns professores-doutores brasileiros [...]

By | janeiro 9th, 2017|Blog|0 Comments

O que é educação clássica

(publicado em Gazeta do Povo, 5 de outubro de 2016) A educação moderna perverteu-se a tal ponto que se tornou praticamente impossível confiar nas escolas comuns. Quem, em sã consciência, pode desejar seus filhos aprendendo que a identificação do sexo depende do “gênero” que cada um escolha; que jogar lixo na rua é mais ou menos tão grave quanto matar uma pessoa; que a família é um antro de preconceitos nazistas e o comunismo, uma utopia sonhada por floristas inocentes – e não, como é de fato, um ensaio ideológico do diabo? A solução, evidentemente, está em fazer o que funcionou durante mais de mil anos, antes de as escolas se tornarem laboratórios para reformadores irresponsáveis: buscar os pedagogos certificados não por alguma pós-graduação, mas pela qualidade dos homens que seus ensinamentos produziram. Nomes como Platão, Cícero, Santo Agostinho, Dante Alighieri e tantos outros deveram sua educação a uma mesma tradição pedagógica, que chamamos “clássica”. […]

By | dezembro 23rd, 2016|Artigos|0 Comments

Dois sentidos de “cultura”

(publicado em Gazeta do Povo, 11 de janeiro de 2016) A página do Ministério da Cultura no Facebook compartilhou recentemente uma mensagem catequética que afirmava: “funk é cultura, sim”. A mensagem faz parte de uma campanha intitulada “Dialoga, Brasil”, que supostamente se destina a livrar os brasileiros de seus terríveis preconceitos. Mas o Ministério da Cultura sabe que está usando a palavra “cultura” numa acepção diferente daquela em que o povo, ao negar ao funk esse estatuto, se fundamenta; a catequese governamental não é senão mais uma tentativa de obliterar um sentido da palavra, de modo que não mais seja possível distinguir obras de arte de produções vulgares. […]

By | dezembro 20th, 2016|Artigos|0 Comments

Leitura do Poema II, 26 de Propércio

O amor possuía três grandes gêneros na Roma antiga: a lírica, a elegia e bucólica. A diferença mais enfatizada entre esses gêneros provavelmente é o caráter lacrimoso da poesia elegíaca, o que não significa meramente “triste”. É que a elegia, embora ressalte dores e sofrimentos de amor, não fica privada de certa felicidade e mesmo [...]

By | dezembro 20th, 2016|Artigos|0 Comments

Questões de gênero nas Catilinárias

O objetivo deste artigo é explicar, preliminarmente, a estrutura dos gêneros retóricos na Antigüidade Clássica, a saber: deliberativo, epidíctico e judicial. Essa divisão em três gêneros, encarada pelos teóricos e pelos próprios oradores como descritiva e normativamente útil, será examinada com vistas à aplicação desses conceitos nas Catilinárias Prima e Secunda. Esses discursos, do orador [...]

By | dezembro 20th, 2016|Artigos|0 Comments

O dístico elegíaco latino em português: uma proposta de tradução

Fazemos neste artigo uma proposta de tradução do dístico elegíaco latino. Para tanto, além de expor certos princípios teóricos, demonstraremos alguns dos possíveis resultados práticos desses princípios, usando como amostra a elegia I, 9 de Propércio, reproduzida a seguir com a respectiva tradução. Sexto Propércio foi um poeta romano do círculo de Mecenas, em que [...]

By | dezembro 20th, 2016|Artigos|0 Comments

Cultura e Anarquia: uma exposição

Culture and Anarchy é uma série de ensaios produzidos por Matthew Arnold para a Cornhill Magazine entre 1867 e 1868, mais tarde reunidos em formato de livro. Trata-se provavelmente de um dos títulos mais importantes da história, no campo dos estudos sociais e culturais: estabeleceu termos duradouros na crítica intelectual, como certo sentido da palavra [...]

By | dezembro 20th, 2016|Artigos|0 Comments